Do virtual para o coletivo real!

O blog da Jud foi um dos primeiros que conheci, um dos primeiros que me encantou… acompanhei de pertinho. Dia desses, conseguimos desvirtualizar, aqui em casa, num encontro de bonequeiras.
Depois, estávamos próximas, pois ambas fazíamos brinquedos para a Horta de Algodão.
Jud faz muitas artes. Tem um atelier lindo… e é expert no crochê.
Dia desses, agora em outubro, Jud, Marta e eu fomos tomar um café… rolou muita conversa e nasceu o projeto dos amigurumi-LudYx.
Sim, uma coleção especialmente criada pela Jud, para a LudYx – pra combinar com os brinquedos LudYx: na escolha das peças, nas cores, na forma.
E os primeiros nasceram e já estão fazendo a festa!
E para lacrar a parceria, etiquetas especiais feitas pela Tinta no Pano: LudYx e Jud artes
E as fotos fofas, feitas pela Mel Tesche 🙂
E é assim, tipo brincando de roda, dando as mãos, que a gente vai aumentando esse sonho coletivo, dos brinquedos artesanais.
O brinquedo artesanal, feito com carinho, com paixão. Buscando formas justas de trabalho colaborativo. Contribuindo com brinquedos e brincadeiras que valorizam o manual, o único, o simples, o diferente.
Obrigada, Jud!
Que muitos amigurumis-LudYx-JudArtes, nasçam por aqui!

Quer conhecer os detalhes?
Olha aqui!

Como nasce um brinquedo aqui no atelier?

E o desafio terminou – e eu consegui fazer nos 30 dias, todos os dias.
Veja o resultado.
E, mais um tempo, e você verá o brinquedo que nasceu disso tudo 🙂

******************************

Em 2015 fiz o Decola!LAB – um programa de empreendedorismo criativo. Amei fazer o curso que, dentre outros, é recheado de exercícios que levam a gente a desenvolver a criatividade. Já no ano passado a Rafaela Cappai, a “comandante” da Espaçonave, propôs o desafio #30ideias30dias. Eu até comecei…mas não persisti. Parei no 6º dia. Ainda assim, só esses primeiros 6 dias, levaram à criação dos calendários de Natal LudYx, que fizeram o maior sucesso.
Agora, durante a edição 2016, a Rafa está motivando, além dos astronautas atuais, outras pessoas que queiram se disciplinar para a criatividade. Entenda melhor aqui! Aí que vendo a movimentação, especialmente da Sandra, resolvi entrar novamente no desafio #30ideias30dias.

O meu desafio:

A cada dia criarei o desenho para uma das 50 estampas que são necessárias para o brinquedo. Vou me inspirar num fato do dia, algo que eu veja e chame atenção em casa, no trabalho, na rua…, que gere um desenho e uma mini-história.
Então, acompanhe! Vou publicar todos os dias no Instagram e no Facebook. Talvez não traga todos os dias pra cá, mas de vez em quando vou atualizar, ok?
 

 
 





 

Por que esse desafio?

A ideia é mostrar um processo de criação dos brinquedos LudYx. Ele nascem a partir de ideias que vão pro papel, que são conversadas com a equipe, que se transformam em protótipos [às vezes váaaarios, entre acertos e erros], que são descritos e vão para nosso arquivo de moldes, que são confeccionados testando-se o tempo de confecção, os detalhes da costura, os materiais a serem usados… isso tudo pode levar dias, semanas ou até meses! Depois de completamente prontos e testados por aqui, são incluídos na lista para o próximo processo de certificação do inmetro.
Pois bem, tem um brinquedo que estava na minha cabeça desde o final do ano passado. Faz uns dois meses rabisquei a ideia e mandei uma foto pra Liliana, da Tinta no Pano… que não entendeu nada (verdade, é um rabisco que só eu entenderia, e era apenas a ideia inicial). Pois é, ele precisa nascer de verdade! Então, por meio do #30ideias30dias vou me disciplinar 🙂
Ficou curiosa / curioso com o brinquedo que vai nascer? Fique de olho!!!!

Spielwarenmesse [Feira de Brinquedos]: o que eu vi, o que aprendi!

Um post para todos os criativos – artesãos, designers, arquitetos, profissionais da moda; para quem trabalha em qualquer setor que tenha interfaces com brinquedos; pra quem trabalha com crianças – e também para mães, pais, educadores, curiosos do tema…

****************

Na semana passada tive a oportunidade de estar na Spielwarenmesse – Feira de Brinquedos em Nürnberg, na Alemanha – que é o mais importante evento internacional desse setor. Minha irmã, da Berg Eventos e Negócios, que representa a Feira aqui no Brasil, me motivou e eu não titubeei.

Eu queria muito ir “um dia” – pensava que isso aconteceria quando já estivéssemos com a LudYx Brinquedos mais consolidada, maior… mas vi que este foi o melhor momento!

Trago um pouco (muito pouco, uma mini-síntese!!!!) de minhas impressões sobre o evento (como não é permitido fotografar, incluo fotos oficiais do evento – você pode ver mais aqui)

Ressalto que a percepção é de quem cria e confecciona brinquedos artesanais de tecido, na perspectiva da interatividade, da sustentabilidade e do desenvolvimento da criatividade. Também é a percepção de quem é mãe e tia. De quem brincou com a filha e brinca e faz brinquedos para os sobrinhos. De quem teve brinquedos para brincar quando criança. De quem aprendeu muito brincando, por que pai e mãe estimularam isto. Cada pessoa que vai à feira tem interesses e percepções diversas. Se você tem outros interesses, não deixe de navegar a partir daqui! E se algo aqui lhe interessar, certamente a Spielwarenmesse é um destino a colocar em sua lista de desejos!!

O que eu vi? O que eu aprendi?

A feira tem 12 pavilhões – alguns ainda tem um anexo. É muito grande, pois são mais de 2.700 expositores, de 60 países. Eu passei por todos os pavilhões nos 3 e 1/2 dias, mas fiquei 2 dias inteiros nos que me interessavam mais. Conversei com muitos dos expositores, conheci suas propostas e seus produtos. Troquei cartões de visita, ganhei flyers, prospectos, catálogos [em geral pedia apenas o cartão, pois assim já deu 6 kg de peso a mais na mala!].

Trend Gallery 2016

O pavilhão 3A é o das tendências, as mais importantes correntes no setor de brinquedos nos próximos anos, os brinquedos premiados, as startups inovadoras na área do brinquedo e os novos expositores!

Os grandes temas na organização da Trend Gallery foram Train your Brain, Everyday Hero e Design to Play.
São, portanto, três desafios para quem está no mundo dos brinquedos:
* considerar, na criação de brinquedos, que o cérebro usa os cinco (ou seis!?) sentidos para aprender – então, no brincar, há que se estimular por meio deles, pois se aprende pra vida brincando;
* desenvolver brinquedos / brincadeiras que levem a criança a sentir-se parte do mundo como sujeito, a aprender a cuidar, a interagir socialmente, aprender a ter responsabilidades, ter sonhos e objetivos; 

* integrar-se e buscar referências do design, da moda e da arquitetura são contribuições fundamentais para o desenvolvimento de novas possibilidades, usos e finalidades para o brinquedo.

Fantástico e inspirador!

E quer saber? Eu vi [já sabia, mas reforcei!] que o brinquedo artesanal está, mesmo, dentre as tendências. Os conceitos de interatividade e da sustentabilidade permeiam tudo que vi ali.
E isso tem a ver com a gente aqui e com muitos dos que acompanham o atelier Criações em família e cia. e a LudYx Brinquedos!!! Vi que a LudYx já acompanha algumas das tendências e isso é muito motivador!!!

Vi expositores [vários] com um único brinquedo, demonstrando que a questão é começar, é não esperar ser “grande” pra mostrar pro mundo.

Trend Gallery 2016 – Foto: Spielwarenmesse
Trend Gallery 2016 – Foto: Spielwarenmesse

Pra trazer apenas um exemplo, cito o Clip It – um “clips” de plástico reciclado para juntar tampinhas plásticas de qualquer tipo e tamanho: para brincar, ensinar e aprender! Saiba mais aqui.

Trend Gallery 2016 – Foto: Spielwarenmesse

Wooden toys and craftworks

Os brinquedos de madeira são encantadores e de uma variedade incrível. Aqui no Brasil temos empresas e empreendedores criativos que trabalham com brinquedos de madeira, mas é muito pouco quando comparado ao que se vê em outros países – e às possibilidades que vi neste pavilhão [3 e parte do 3A]. Não sei qual o motivo, mas está aí um nicho a ser ainda mais desenvolvido aqui.

O brinquedos artesanais confeccionados em madeira e tecido [costura, crochê, tricô], principalmente, tomaram meu maior tempo. Há expositores cujos brinquedos são feitos por grupos específicos de artesãos – com evidências da economia criativa, do trabalho valorizado e relações justas e, claro, espaço para muita criação!

Ah, vale ressaltar que somente brinquedos submetidos e aprovados por organismos de certificação necessária na produção de brinquedos, podem ser expostos na Spielwarenmesse [vale para outras feiras de brinquedo também]. Saiba mais aqui.

Também foi neste tema que encontrei muitos brinquedos para crianças com deficiência.
Uma outra tendência forte é o design para o brinquedo anti-stress, pensado para adultos – inclusive para o ambiente de trabalho.

Foto: Spielwarenmesse

Dolls, Soft toys

Não precisa dizer que o mundo das bonecas e dos bichos de pano é simplesmente encantador, né? O pavilhão 1 é a perdição das bonequeiras… Há espaço, portanto, para o brinquedo artesanal: de pano, de crochê, de tricô.
Aqui reencontrei o ursinho que ganhei na minha infância… pura emoção!!! 🙂

Foto: Spielwarenmesse

Baby and infant articles

Neste pavilhão [2 e parte do 1 e 3], além de brinquedos para bebês e crianças pequenas, há outros produtos relacionados, como mobília, carrinhos de bebê, acessórios e decoração, mas todos com o viés da estimulação e inovação e qualidade para o bem-estar.
De novo, há muitas possibilidades e interfaces com produtos artesanais!

Foto: Spielwarenmesse

Technical Toys, Educational Toys, Action Toys + School Articles, Stationery, Creative Design

Nesses grupos [pavilhões 4, 5 e 6 e parte do 4A], o que mais me interessa são os brinquedos educativos, e os materiais e kits para artesanato + faça você mesmo voltado para as crianças. Neste grupo também observei vários expositores com brinquedos fundamentados no conceito mais amplo da inclusão e também no desenvolvimento de crianças com deficiência.
Quando criança, ganhei muitos kits de presente, trazidos por meus avós paternos, meus pais, minhas tias. E, não tenho dúvida, isto me ensinou muitas habilidades, não só artesanais, mas aquelas necessárias ao aprendizado nas diferentes áreas.
Percebo que no Brasil, aos poucos há mais desses brinquedos, surgem lojas especializadas – mas ainda há muito a crescer. E me encanta, simplesmente. E por isso, sem dúvida, voltei ainda mais motivada para o desenvolvimento da LudYx e seu potencial para contribuir nesta área.
Foto: Spielwarenmesse
Espero ter deixado um gostinho do que foi a Feira de Brinquedos.
Fico à disposição para falar mais com você!!!
Eu trouxe na bagagem – além dessa pilha de material – muita inspiração, muita motivação para continuar neste mundo do brinquedo!

E a Débora, da Berg Eventos e Negócios, também fica à sua disposição, certamente! Foi um privilégio ser orientada por ela para o melhor aproveitamento da Feira!

Ah, e além da Feira, Nürnberg é linda! Mas isso é assunto para outro post!
A torre de um dos portais da cidade aparece no símbolo da feira, acima do cavalinho 🙂

Quer acompanhar novidades em brinquedos artesanais?
Clique na imagem ou aqui, inscreva-se e ganhe este livreto digital.

Por um Natal mais significativo: 4 ideias

Lá no Bugstudium a campanha é “Por um Natal mais significativo”.

Foto: Bugstudium
Fiquei pensando nisso desde o dia que vi – e combina muito com o que pensamos por aqui também. E pensei: como é que a LudYx pode contribuir? Seguem 4 ideias, com base nas nossas vivências.

1 – Inove nas confraternizações com colegas, amigos e família

Desde agora, até o Natal, somos convidados a inúmeros momentos de confraternização e encerramento. Mesmo para quem não festeja o Natal por motivos religiosos, este é um período de fechamento de ciclo e projetos – e isto leva à diversidade de reuniões, encontros e festas.
Pense em formas simples e diferentes, como confeccionar juntos um origami, um cartão para trocar, uma experiência de escrita criativa ou poemas…
Essa semana tivemos a última reunião de um grupo que coordeno. Temos um ambiente de trabalho contínuo, atividade séria e desafios, sempre. Organizei a sala de reuniões de um jeito natalino. E nos minutos finais da reunião convidei o grupo a pintar sinos – e cada um levou o seu (poderiam ser trocados também). Foi um momento leve, alegre, criativo, descontraído e com afeto, como falou uma colega.

enfeites de Natal

2 – Reúna a família ou as crianças da família para fazer a decoração de Natal

Não faça tudo sozinha – escolha um horário em que todos possam ajudar a montar a decoração de Natal. Ou, ainda, encontre uma ideia de decoração simples, que possa ser feita por todos – crianças e adultos – num momento conjunto!
Estava olhando uma pasta de ideias de Natal, que montei há mais de 20 anos atrás. Encontrei esses modelinhos, que eram enfeites de árvore feitos de cartolina – podem ser feitos com materiais simples e também recicláveis. São fáceis, usando apenas papel, tesoura, cola e um pedacinho de linha…

Para facilitar, transformei em riscos. Salve a imagem e imprima em tamanho A4 e você terá as imagens no tamanho que fizemos aqui. 

Você corta duplo, cola uma fitinha ou linha entre as peças e terá o “penduriquinho” pronto! Se você se inspirar, mostre pra gente!?

3 – Pense, escreva ou promova uma pequena surpresa a cada dia

A ideia do calendário de Natal, sobre a qual falei aqui, é muito apropriada para esse período. Pode ser feito de diversas maneiras – um varal de bilhetes, um varal de corações, envelopes, saquinhos costurados e muito mais (veja aqui minha coletânea no Pinterest). E, se você correr, até dá pra ter um calendário de Natal – LudYx ainda 🙂
Envolva as outras pessoas, motive um a cada dia… vai ser legal!

4 – Faça presente do tipo “faça você mesmo”

Tente fazer um presente e deixe ele ser preenchido por seu afeto. E se você acha que não leva jeito compre de quem faz: produtos diferentes e criativos, feitos por milhares de pequenos empresários, microempreendedores individuais, artesãos…
Aqui a gente também tem ideias bem legais: quem sabe um presente para a pessoa personalizar, tipo as camisetas? Ou os brinquedos pintar, pra se divertir junto com as crianças?

Então, se você se inspirar em algo por aqui, ou quiser contar o que está pensando em fazer, conte pra gente!!! O Bugstudium e nós vamos amar saber! Use a hashtag #natalsignificativo pra gente poder identificar e replicar!

Conhecer formas e cores

Conhecer as formas e as cores são aspectos importantes no desenvolvimento infantil – e contribui no aprendizado da organização, do pensamento lógico e da percepção dos espaços: essa é a contribuição do primeiro brinquedo genuinamente LudYx.

Ficou [email protected]? Então vai lá, espia um pouco mais sobre esse brinquedo no site da LudYx 🙂
Ou veja aqui, na nossa loja!

E nasceu um filhote: a LudYx, alegria de brincar!

É com muita alegria que venho contar que estamos em festa aqui no CRiações em família e cia.

a LudYx nasceu!

LudYx é a nossa nova marca – a marca dos brinquedos e produtos lúdicos, sobre os quais muito já falei aqui.
Lá no portal da LudYx você vai saber um pouco mais do sonho dessas duas meninas – que muito experimentaram a alegria de brincar! Duas irmãs que buscam concretizar a ideia de fazer do artesanato sua atividade diária e produtiva 🙂


Hoje, 13 de setembro, é dia de festa por aqui – é meu aniversário. Quer me dar um presente? Então vai lá, dá uma olhada no site e, se quiser, deixa um recado lá no blog? Ou responde por aqui contando o que achou do jeitão do site?

Um coisa importante: o CRiações em família e cia. continua: mas vai voltar a focar nas criações em geral e em variedades. Quando for o caso, trarei notícias da LudYx pra cá, mas é lá que concentraremos os temas relativos à alegria de brincar!

Essa é nossa logomarca – desenvolvida na parceria com o Bugstudium, num processo de muito cuidado, carinho e profissionalismo.


Clique aqui: Ludyx

E ainda, se quiser, assine a LudYx-news e receba as novidades, os artigos dos colunistas e muito mais sobre a alegria de brincar!

Assine a LudYx-news