Aproveitando um marco de janela

A reforma da casa da minha irmã e de meu cunhado, rendeu muitas sobras valiosas. Ela fez várias peças lindas, e eu já utilizei persianas, fechadura, ela já utilizou persiana, janela…e outras peças mais.
Dentre as peças que ganhei, estava esta janela, com o marco.
Desmanchei, para aproveitar as duas peças.
E comecei pelo marco. Primeiro lixei.
 Depois passei um protetor.
Fiz uma pátina leve.
 …e aqui faltam algumas fotos, que perdi 🙁 … se achar, um dia, insiro!
E virou um nicho para colocar porta-retratos.
Antes, as fotos ficavam sobre o armário que estava aqui no ateliê.
Mas eu precisava do espaço para organizar outros materiais… e aí o nicho foi útil!

Agora, com as mudanças aqui no atelier, está sobre a bancada e junto com meus organizadores-manequim.

As fotos são minha inspiração, o tempo todo!
Agora, ainda tenho a outra parte da janela pra usar. A inspiração está lá no Tacho da Pepa

Curta a página do blog Facebook: aqui. Siga no Bloglovin: aquiConheça a loja virtual do blog na Divitae: aqui

Cestaria com jornal

A Páscoa já foi, mas ficam os cestos. Alguns jeitos, mostrei aqui.
Mas esses ão novidade aqui no CRiações em família & cia.: cestaria com jornal.
Vejam que peça mais linda! O forro de tecido deu o toque especial!

Quem fez foi minha irmã, que consegue, de uma técnica simples (mas trabalhosa!), fazer peças especiais.

Não é uma técnica nova. Faz tempo que eu tinha vontade de experimentar, mas nunca cheguei a fazer. E tem ideias em outros blogs, como na Maria Reciclona, que usa revistas.
E é só fazer pesquisa rápida e aparecem PAP fáceis de seguir!

E depois da Páscoa, dá pra usar para cachepô para flores, porta-treco, à mesa com mantimentos, para biscoitos… como quiser!

O charme do cachepô!

Lindo, não?
Amo a criatividade e o capricho!

O outro pé de máquina

No post anterior falei da reutilização de um pé de máquina de costura, de madeira. Antes desse, eu já tinha ganhado outro pé, de ferro. Agora ele ganhou um novo tampo, de pátina.
Usei pátina cera, uma tinta especial para pátina (ja usei em vários trabalhos, caso queira entender melhor, veja aqui). Gosto muito desse produto. Sobre a base branca fui misturando as cores escolhidas.
Estou usando como aparador, entre o atelier e a cozinha.
Dá também pra usar pra cozinha, usando como uma ilha auxiliar!
O tampo, proporcionalmente, ficou pequeno. Mas ficou em tamanho adequado para esse cantinho!
Abraço a todas/os!

Curta a página do CRiações em Família & cia. no Facebook: aqui.

Experimentando: moldura + mapa + PAP

Tenho umas antigas molduras de serigrafia. Estão guardadas há uns 25 anos. E faz horas que quero reaproveitá-las – ideias várias, mas falta executar.
No final do ano os interfones de todo o prédio foram trocados. Como os novos são bem menores, ficou faltando acabamento no do atelier, na parede de fotos. Como a maior parte são fotos de viagem, resolvi usar um mapa que estava por aí e uma das molduras. Ficou assim.

Não lembrei de fotografar todos os passos. Mas acho que dá pra ter uma boa ideia.
A questão principal é o recorte do mapa para encaixar na moldura. Risquei sobre o mapa, com um lápis, a parte interna da moldura. Medi quanto precisava deixar de cada lado e cortei.
Na foto abaixo o mapa já estava cortado e dobrado no tamanho da parte interna. Vejam a moldura – feinha, mas inteirinha!
Aí é só deitar o mapa lá e começar a colar.
Aqui eu já tinha colado a parte interna e em cima.
Os recortes acima, na diagonal de cada canto, permitiram colar para os lados. No detalhe, o canto já colado.
Ah, a Lú, do blog Artes da Pró Lú, perguntou se passei algo no final. Sim, depois de pronto, passei cola branca por cima de tudo, para proteger, dar acabamento e facilitar na hora de tirar pó.
Eu queria mesmo é que Blumenau (minha terra natal…) e Porto Alegre ficassem aparecendo aí nas bordas visíveis. Mas não conferi na hora de fazer o corte. Por isso, o segredo é o corte correto… Veja onde ficou!
Pronto! depois foi só pendurar o quadro por traz do interfone.
Mais um quadro pra composição, que é mutante…
Aqui a parede toda. Pra cima e lá pro canto direito ainda tem espaços…
Agora, mais outras molduras aguardam um novo destino…
Aguardem!
***************************************************
Atualizando: Fernanda Reali perguntou o que é férias pra gente. Pra mim é sair da rotina, é não ter horário rígido, relaxar. Estar só com quem se quer e ama. Pode ser em qualquer lugar: em casa, casa da mãe e pai, viajando.
Pra mim, sempre, é momento de poder criar – pelo menos por alguns dias, poder levantar de manhã e não fazer outra coisa a não ser deixar a criatividade rolar.
E sabe do melhor? Entro em férias daqui hás 3 dias…!!!!!
Meu esmalte no dedão aí em cima? Esse aqui ó.

Fernanda Reali Curta a página do CRiações em Família & cia. no Facebook: aqui.

Era uma vez uma janela…e um banco!

Fim-de-semana teve churrasquinho na casa da minha irmã e meu cunhado. A casa continua em plena transformação, sobre a qual já falei por aqui. Essa vez, amei ver o armário-porta-espeto que fizeram com uma das janelas que sobrou!

Dá pra entender como é? A janela, com marco e tudo, foi colocada contra a parede… e pronto!
Abaixo, fechada, dá pra ver como fica. Caroline reclamou que eu fotografei antes mesmo de ter sido pintada…precisa?

Fica do ladinho da churrasqueira, pra facilitar a vida do assador! Cá entre nós, saiu uma carninha deliciosa!
Agora, babei com a mesa de centro da sala. Era uma tábua de banco. Foi cortada ao meio e montada sobre os pés de inox!!!!
E pra completar, ali atrás o baú, que ficava ao lado do fogão à lenha na casa dos meus avós paternos (Oma e Opa). Eu lembro dele quando era criança então…tem pelo menos 5 décadas!
Eu amei! E vocês? E tem mais coisas, que ficam para outra hora!!!
Curta a página do CRiações em Família & cia. no Facebook: aqui.

Cantinho colorido e aproveitado

O segundo semestre foi bastante cheio de atividades. Ainda assim, não parei de inventar e criar por aqui – só não tive, foi tempo de incluí-las no Criações em família & cia. – este, sim, ficou mais parado!
Começando de trás pra frente, mostro aqui o resultado de um “faniquito” que me deu no dia de Natal. Terminada a festa no dia 25, voltei pra casa e tirei do carro duas persianas que ganhei da minha irmã Caroline – sobraram da casa que estão reformando. Aproveitei o calor, lavei com mangueira e resolvi aproveitar uma delas, assim, mesmo, na cor original.
Eu precisava de um espaço para umas panelas… e foi acima da churrasqueira que fiz a prateleira.
Comecei colocando cor na parede. No dia em que terminei a Helka falou disso no blog Forma: Plural, aqui – a pintura que rapidamente muda um canto! E foi isso que fiz. Usei a mesma cor coral que utilizei em outro canto da cozinha (aqui) – e para compor com a cor da persiana e com o porta-espetos. E pra não fazer a parede inteira, resolvi pintar uma barra, inspirada num adesivo que vi no blog Lett Criações.
Nesse canto também deixo umas cadeiras-reserva. Claro que, quando não estão em uso, a Kimy trata de usá-las! Aliás, reparem na portinha dela, ali no canto inferior direito – pedi ao marceneiro, assim pode estar tudo fechado e ela pode ir pro terraço.
Gostei do resultado… deu vida ao cantinho. E, quando fizermos outro churrasco, será bem melhor do que com a parede clarinha…
A reforma está deixando a casa da Carol linda – e rendeu várias doações para minhas criações: além das persianas, uma janela (com a qual vou fazer algo como esta, do Tacho da Pepa), 2 fechaduras (uma mostrei aqui), gaveta… A promessa é que, hora dessas, vou ajudar a criar por lá!

A primeira gaveta

Republicando o post e participando da blogagem coletiva lá no Calma, que estou com pressa!
A primeira vez que vi uma gaveta transformada, logo que comecei a conhecer outros blogs, foi no Além da Rua Atelier, da Verônica, que para mim é de muita inspiração para reutilizar objetos, transformando-os em móveis. Depois fui encontrando gavetas em vários outros blogs, dentre eles o Multiartes, da Rosali. E agora, enfim, também transformei uma gaveta.
 Achei a gaveta abandonada na casa que minha irmã comprou. Ela estava assim:
Usei meu presente de dia das mães e cortei dois pedaços de MDF para fazer prateleiras.
Fiz furos nas laterais e coloquei pinos para segurar as prateleiras.
Como não era de madeira maciça, resolvi mesclar entre pintura branca e forração de tecidos, seguindo os princípios e PAP que usei aqui e aqui.
E a Kerstin que, de início, achou que fosse um projeto esquisito, logo reivindicou que fosse feita pro banheiro dela, como extensão do armário que já não dava conta de tudo… e os detalhes vermelhos do banheiro determinaram a escolha do tecido.
E já achei mais gavetas… aguardem – foi uma aventura com a Sandra!
A gaveta foi lá participar no Calma que estou com pressa, em comemoração ao Dia do Meio Ambiente!

Ecobag jeans e o blog Minha mãe sabia

Na onda dos trabalhos com jeans reciclado, fiz uma ecobag para a troquinha do encontro de blogueiras.
Para o acabamento, utilizei a linha de pespontar amarela e o forro amarelo também. O bolso e as argolas das calças aproveitadas, são detalhes adicionais – para chaves, dinheiro, documentos que precisam ir junto na hora da feira!

E o bilhetinho que tirei foi o da Fernanda, do blog Minha Mãe Sabiaai, cada foto que sai no improviso….!

…e foi dela de quem eu ganhei essa super-cesta, com vinho, bala de coco, um bolo fofo e uma pasta de berinjela… delícia!

Vejam que fofo o bolo…! E ela fez, assim, de última hora…! 🙂
 Além disso, essas lindinhas…
E você pode conferir produtos muito fofos lá na Vitrine Minha Mãe Sabia. Não deixe de conhecer!
Post participando:

 

Sofá em andamento…

O feriado terminou, mas eu não consegui terminar o sofá. Ainda falta um pouco. Mas já dá pra ver qual foi a ideia: pintei de branco e a forração estou fazendo com jeans (reciclado).
Abaixo, as peças do encosto, no antes e depois… e a Kimy, claro, fiscalizando o que estava acontecendo!
Estou gostando do resultado… e isso faz parte das felicidades da semana!

Ecobags

Sempre gostei de fazer minhas bolsas. Desde novinha fazia de macramê, costuradas e bordadas. Atualmente, uso praticamente a mesma todos os dias – pra não correr o risco de esquecer coisas na troca entre bolsas. Sempre são grandes para caber tudo!
Para fazer compras, especialmente no mercado ou na feira, gosto de uma de couro, pequena, no formato mochila, para ter mãos e braços livres. E, além disso, levo às compras uma dúzia de ecobags…
As de frutinha, são práticas: são grandes, mas fechadas ficam este montinho – deixo sempre uma na minha bolsa do dia-a-dia para o caso de precisar. Minha irmã Liliana comprou em alguma loja virtual… Das outras, destaque para três delas (da esquerda para a direita):
1) com estampa linda, que ganhei dos Bugs (não lembro a origem!)
2) feita pela Kerstin, na pré-escola
3) um jeito que reaproveito algumas que ganho e que tem propaganda estampada sobre o algodão; como são boas e fortes, aplico um bolso de tecido do tamanho da propaganda… (este tecido de cupcakes ganhei num sorteio da Cris Torchia – foi o primeiro que ganhei e tinha tanta coisa que continuo aproveitando!!!)
E, ontem, estivemos em Santa Catarina, num encontro da nossa família Creutzberg (falo mais outra hora). E aí uma das minhas primas, a Rute (o e-mail dela é [email protected] – ela é irmã da Elisa Arte em Costura e Bordados), está fazendo ecobags reciclando tecido de roupas não usadas mais, de estofados cujo tecido é trocado e tem partes boas, sobras em estofarias… e assim vai! Muito legais!
Mas a ideia de falar das ecobags veio do tema da BC Esmalte X bolsas… Então, não podem faltar nossas unhas! Aproveitamos ontem, lá no encontro, e tiramos – minha irmã Liliana com azul (não sei qual!), a Melany (sobrinha, filha da Liliana) com o tema divertido de vaquinha, feito por ela, eu de novo com Sarita (Hits) e a Kerstin com um laranja da Xtreme Wear e um detalhe artístico que ela fez (inspirada num PAP daqui).
No detalhe dá pra ver melhor o que a Kerstin fez (inspirada num PAP daqui):
Ótima semana a todas/os!

Fernanda Reali E os cupcakes vão lá pra Vitrine Art D´Casa!